sexta-feira, 22 de setembro de 2017

ANEEL DIZ QUE O HORÁRIO DE VERÃO NÃO SE JUSTIFICA...

FONTE: , (http://leiamais.ba).

A avaliação foi feita pelos diversos órgãos governamentais ligados ao setor elétrico.



Do ponto de vista do setor elétrico, não se justifica mais a adoção do horário de verão, afirmou nesta sexta-feira, 22, o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino.

Segundo Rufino, a avaliação foi feita pelos diversos órgãos governamentais ligados ao setor elétrico, no âmbito do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE). Uma decisão, agora, caberá ao governo, que levará em conta os efeitos sobre outros setores, como indústria e comércio.

"A avaliação é que, sob a perspectiva do setor elétrico, o horário de verão não se justifica", disse Rufino, pouco antes de participar da Sessão Especial do Fórum Nacional, organizado pelo Instituto Nacional de Altos Estudos (Inae), no Rio.

Se vigorar neste ano, o horário de verão começa em 15 de outubro e termina em 17 de fevereiro. Segundo Rufino, a Aneel não se manifestará nem tomará nenhuma decisão sobre o horário de verão, que é estabelecido por decreto federal.

VAI VIAJAR? VEJA AS VACINAS QUE VOCÊ DEVE TOMAR ANTES...

FONTE: ***Da Redação, (http://www.msn.com).


São Paulo – De acordo com dados do Conselho Europeu de Assessoria em Saúde de Viagem, 40% das pessoas que vão visitar outro lugar chegam a procurar orientação de profissionais de saúde antes de embarcar no avião ou pegar a estrada. O problema é que 20% só marcam consultas com o médico quando falta menos de 14 dias para fazer as malas — pior ainda, menos de 10% estão com a carteirinha de vacinação atualizada.

O ideal mesmo é visitar o especialista com mais de um mês de antecedência para conseguir se organizar e tomar as doses dos imunizantes que estão faltando. Isso porque alguns deles levam semanas para gerar a proteção desejada.

Mas o que acontece se você não tiver esse tempo todo? Vale a pena ir ao médico? A resposta é sim.

“Temos que avaliar a duração da viagem e a necessidade de tomar doses múltiplas dentro de um determinado intervalo de tempo, além de levar em conta o destino e a atividade que o paciente vai realizar”, lista a infectologista Flávia Bravo, presidente da regional carioca da Sociedade Brasileira de Imunizações. Ela deu uma aula sobre o tema na tarde de ontem durante o Congresso Brasileiro de Infectologia, que acontece no Rio de Janeiro.

A principal moléstia infecciosa que atinge os viajantes é a diarreia, causada por micro-organismos que estão na água ou nos alimentos. Infelizmente, ainda não há vacina capaz de conter essa encrenca.
Na sequência da lista, vêm as hepatites A e B e a febre tifóide. A boa notícia é que dá pra se proteger desse trio. Enquanto as duas primeiras enfermidades exigem um imunizante em qualquer momento da vida, a picada contra a febre tifóide só é necessária quando o passeio tem como destino final locais que reportam casos da doença. Índia, a parte Ocidental da África e o Peru estão entre eles.

Outra vacina que não pode ficar de fora da relação é a meningocócica ACWY, que nos resguarda de vários tipos de meningite. Ela faz parte dos calendários da Sociedade Brasileira de Imunizações e da Sociedade Brasileira de Pediatria, porém só está disponível na rede privada. Caso você não tenha tomado as doses na infância, converse com o seu médico — mesmo se não for conhecer outras localidades.

Há ainda aquelas vacinas que são exigidas para entrar em determinados países. É o caso da febre amarela. A falta de um certificado de imunização contra a infecção transmitida pela picada de um mosquito pode causar transtornos e até impedir o carimbo no passaporte.

Procure se informar com antecedência sobre quando você precisa ir ao posto para tomar a dose e emitir a papelada. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária mantém um site com orientações completas sobre cada nação. Clique aqui para saber mais.

No fim das contas, o planejamento da viagem é um bom momento de você tirar a carteirinha de vacinação do fundo da gaveta. “Está aí uma excelente ocasião para conversar com seu médico e colocar as doses dos imunizantes em dia”, lembra Flávia. Sua saúde ficará mais protegida e pronta para curtir as aventuras de muitas viagens.


A LUTA DE QUEM SOFRE COM UMA DOR 'INVISÍVEL'...

FONTE: ***, (http://noticias.uol.com.br).


São Paulo - Quem sofre com fibromialgia precisa lidar com o preconceito de quem não entende como sintomas tão incômodos, como dor constante e generalizada, não têm uma causa definida. E como exames laboratoriais e de imagem não conseguem mostrar o que está acontecendo no organismo dessas pessoas.

Pacientes estão tentando dar mais visibilidade à síndrome, que voltou ao centro das atenções após a cantora Lady Gaga cancelar a apresentação no Rock in Rio e abordar o tema no documentário "Gaga: Five Foot Two" - que estreia nesta sexta-feira, 22, na Netflix. Mas ainda esbarram na dificuldade para ter diagnóstico preciso, atendimento especializado e de lidar com o preconceito na sociedade, no trabalho e na família.

Presidente da Sociedade Brasileira de Reumatologia, Georges Christopoulos explica que a fibromialgia é uma desordem dos centros que regulam a dor, fazendo com que as pessoas sintam dor generalizada. "A causa ou o conjunto de causas ainda não foram estabelecidos, mas acomete entre 2% e 4% da população mundial, entre 30 e 55 anos e, principalmente, mulheres." Segundo ele, 50% dos pacientes têm depressão e são frequentes distúrbios do sono, cansaço, alterações urinárias e intestinais. "Esses pacientes podem sentir dor ao mínimo toque. Até um abraço pode provocar a dor."

A conquista mais recente nessa luta foi na terça-feira, com a aprovação pelo Senado de projeto de lei, agora em análise pela Câmara, que prevê criar o Dia Nacional de Conscientização e Enfrentamento à Fibromialgia em 12 de maio.

"É uma conquista, porque há médicos que não reconhecem a síndrome, os pacientes têm problemas gravíssimos em família, com amigos e no ambiente de trabalho, porque as pessoas não reconhecem a fibromialgia, já que não há exames para provar. Não queremos dar só visibilidade à síndrome, mas ao fibromiálgico. Somos invisíveis e sofremos bullying e humilhação", diz Sandra Silva, de 56 anos, da Associação Brasileira dos Fibromiálgicos.

Tratamento.

Sandra recebeu o diagnóstico há 12 anos e conta que os pacientes começaram a luta para ter a data integrada ao calendário nacional no ano passado. Eles batalham também para que, com a difusão de informações, os pacientes tenham um diagnóstico precoce e um tratamento adequado. "Nossa maior questão é que existe o tratamento multidisciplinar no SUS (Sistema Único de Saúde), mas só no papel. A Portaria 1.083/12 determina o tratamento de dores crônicas, inclui a fibromialgia, prevê o tratamento medicamentoso e não medicamentoso. Mas a maioria só recebe o diagnóstico depois de muito tempo de peregrinação. Quando tem um reumatologista, não tem um fisioterapeuta capacitado para esse público."

Em nota, o Ministério da Saúde informou que no ano passado foram registrados 113 procedimentos relacionados à fibromialgia no SUS ao custo de R$ 70,9 mil.

Membro da Sociedade Brasileira para Estudo da Dor, Levi Jales afirma que o reconhecimento do problema é queixa frequente dos pacientes. "Essa síndrome limita muito a qualidade de vida do paciente."

Apoio.

Há três anos, a publicitária Etiennie Mori Pimenta, de 37 anos, passou três meses sem conseguir sair da cama por causa da síndrome, diagnosticada em 2013. Ela conta que as dores começaram quando tinha 24 anos, mas que sinais já apareciam desde a infância.

"Tenho um histórico de médicos que não me passaram o diagnóstico ou não quiseram se aprofundar. Encontro uma sociedade maldosa e desinformada, que não sabe como é desesperador estar travada em uma cama com menos de 40 anos de idade. Quando me menosprezam, viro as costas, mas nem todo mundo consegue fazer isso."

Etiennie diz que tem uma rede de apoio para ajudá-la, que inclui o marido e os três filhos. "Não quero que uma pessoa faça o meu trabalho, mas fazer no meu tempo. Quero que as pessoas me apoiem." Mesmo assim, conviver com a dor não é fácil. "Às vezes, uma pessoa encosta em mim e é como se me desse um tapa, sinto fisgadas, mas me acostumei. Sei que tenho de respirar, contar até dez e relaxar. Se tensiona, sinto mais dor."

*** As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


*** Paula Felix.

RAPAZ VIRALIZA AO POSTAR FOTO DE 1º ENCONTRO E CONTAR DETALHE EMOCIONANTE...

FONTE: Redação/RedeTV! (http://www.redetv.uol.com.br).


   
O adolescente Kittakone Sirisombath, de 17 anos, viralizou nas redes sociais ao postar uma foto de seu primeiro encontro com sua atual namorada, Destiny La'nae. No dia, Kittakone não tinha dinheiro suficiente para pagar o jantar para os dois, então fingiu estar sem fome e pagou apenas para ela.
"Nosso primeiro encontro… Te disse que não estava com fome, mas na verdade eu não tinha dinheiro suficiente para pagar para nós dois. Então sentei e assisti você comendo", escreveu o garoto no post do Twitter.

O tuíte de Kittakone foi compartilhado mais de 24 mil vezes. Inúmeros internautas comentaram o gesto: "Essa é a coisa mais triste e fofa que eu já vi nada vida", escreveu uma garota. "Cara, eu quero começar um financiamento coletivo pra você", brincou um rapaz. 
"Quero ter certeza que ela sorria todo dia. Isso foi só eu sendo eu mesmo", disso Kittakone em entrevista ao Metro. O garoto afirmou que não foi difícil para ele ficar com fome olhando Destiny comer: "Valeu a pena". 
Destiny respondeu ao tuíte do namorado dizendo que não se importaria se eles dividissem o jantar. "Não é sobre dinheiro", escreveu ela. 

NEYMAR É FINALISTA DO PRÊMIO DE MELHOR DO MUNDO DA FIFA...

FONTE:, Luiz Felipe Castro, (http://www.msn.com).



Fifa anunciou nesta sexta-feira os três finalistas ao prêmio de melhor do mundo, que será entregue no dia 23 de outubro, em Londres, na Inglaterra: o português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, grande favorito a conquistar seu quinto troféu, o argentino Lionel Messi, do Barcelona, e o brasileiro Neymar, do PSG.

Uma vitória de Neymar é improvável, mas só o fato de ter retornado ao grupo dos finalistas já deve ser comemorado. Terceiro colocado em 2015, o brasileiro perdeu o posto para Antoine Griezzman, do Atlético de Madri. Por sua incrível participação na reta final da Liga dos Campeões, mais uma vez conquistada pelo Real Madrid, Cristiano Ronaldo é o favorito ao prêmio.

Vencedor em 2008, 2013. 2014 e 2016, Cristiano deve empatar com Lionel Messi (2009, 2010, 2011, 2012 e 2015) como recordista de prêmios, com cinco troféus. Entre 2010 e 2015, o prêmio, então chamado de Bola de Ouro, foi entregue de forma conjunta pela Fifa e pela revista France Football. A parceria foi desfeita no ano passado e a Bola de Ouro voltou a ser exclusiva da publicação.

O Brasil tinha apenas dois representantes entre os pré-finalistas: Neymar e Marcelo. Mesmo sem vencer o prêmio desde 2007, com Kaká, o país ainda lidera na lista de vencedores por país, com oito troféus: três de Ronaldo, dois de Ronaldinho Gaúcho, um de Romário, um de Rivaldo e outro de Kaká.


A Fifa também anunciou os finalistas de outras categorias, como o inédito prêmio de melhor goleiro, que será disputado por Manuel Neuer (Bayern de Munique), Gianluigi Buffon (Juventus) e Keylor Navas (Real Madrid). Entre os técnicos, concorrerão Zinedine Zidane (Real Madrid), Massimiliano Allegri (Juventus) e Antonio Conte (Chelsea). Borussia Dortmund, Celtic e Copenhague disputam o troféu de “melhor torcida”.

FARAH JORGE FARAH É ENCONTRADO MORTO EM SEU APARTAMENTO...

FONTE:(http://leiamais.ba).

A polícia trabalha com a hipótese de suicídio e uma perícia está sendo realizada.


O ex-médico Farah Jorge Farah, de 68 anos, foi encontrado morto em seu apartamento, no começo da tarde desta sexta-feira, 22, quando policiais civis se preparavam para cumprir o mandado de prisão contra ele. Na quinta-feira, 21, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) havia determinado que Farah deveria cumprir na prisão a pena de 14 anos e oito meses a qual havia sido condenado em 2014.

O delegado Osvaldo Nico Gonçalves, do Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas da Polícia Civil, informou que o corpo foi encontrado quando policiais entraram em seu apartamento, na Vila Mariana, zona sul de São Paulo. "Ele estava vestido de mulher e tinha um corte na perna", disse o delegado. 

A polícia trabalha com a hipótese de suicídio e uma perícia está sendo realizada no apartamento nesta tarde. Farah havia sido condenado por homicídio, acusado de matar e esquartejar, em 2003, uma ex-paciente, com quem ele teve um relacionamento amoroso. Em 2007, o ex-médico havia obtido o direito de aguardar o julgamento em liberdade.

SÊMEN PODE CONTER 27 VÍRUS DIFERENTES, REVELA ESTUDO...

FONTE:, Leticia Fuentes, (http://www.msn.com).


sêmen humano pode conter 27 vírus diferentes, sugere um estudo que será publicado na edição de novembro da revista científica Emerging Infectious Diseases. Em 2017, outras pesquisas já haviam indicado que o zika vírus e o ebola poderiam ser transmitidos pelo contato sexual desprotegido – além do já conhecido HIV, causador da Aids. Porém, o novo estudo sugere que a lista de vírus presentes no sêmen pode ser maior do que os cientistas imaginavam, mesmo que nem todos causem, necessariamente, uma infecção que leve ao desenvolvimento da doença. Segundo os pesquisadores, a nova relação, que foi baseada em análise da literatura, inclui os causadores da dengue, meningite, algumas doenças respiratórias, rubéola, gripe e outros.

“A aderência ao trato reprodutivo masculino pode ocorrer frequentemente no contexto da viremia [presença de vírus no sangue], porque as barreiras dos testículos, do canal deferente e do epidídimo são barreiras imperfeitas aos vírus, especialmente na presença de inflamação sistêmica ou local”, escrevem os autores Alex Salam e Peter Horby, da Universidade de Oxford, no Reino Unido. “O vírus pode persistir dentro do trato reprodutivo masculino mesmo que incapaz de se replicar, porque os testículos são imunologicamente privilegiados; isto é, dentro dos testículos, a resposta imune é restrita para permitir a sobrevivência dos espermatozoides.”

É importante notar que, apesar de terem confirmado que esses vírus podem ser encontrados no sêmen humano, os cientistas afirmam para muitos deles faltam dados sobre transmissão sexual – e, por isso, ainda não são considerados causadores de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). Segundo os autores, da lista formulada, os únicos causadores de infecções agudas que tiveram estudos laboratoriais comprovando sua transmissão por relações sexuais são o zika vírus e o ebola. Já entre as infecções crônicas, aparecem outros, como o HIV e o citomegalovírus (causador da herpes). Isso significa que, nos demais casos, uma relação sexual desprotegida com uma pessoa infectada poderia colocar o parceiro em contato com os vírus, mas não necessariamente ocorreria uma infecção e ele desenvolveria alguma doença.

Para investigar a amplitude dos vírus no sêmen, os pesquisadores revisaram a literatura disponível no buscador de artigos científicos PubMed usando o termo “vírus” mais a palavra “sêmen” ou “esperma” ou “seminal”. A busca mostrou 3.818 resultados, sem limitação de data ou idioma. Depois, os cientistas analisaram os artigos a procura de dados que descrevessem a detecção de vírus no sêmen humano. “Onde encontramos evidências de vírus no sêmen, fizemos outra busca para evidenciar transmissão sexual usando o nome do vírus e os termos ‘sexo’ e ‘transmissão’”, dizem os autores.

Segundo os pesquisadores, dos vírus encontrados, a maioria costuma causar infecções agudas, incluindo a febre de Lassa e a febre do Vale do Rift, duas doenças hemorrágicas potencialmente letais, e o vírus da chikungunya. Os autores também afirmam que os vírus pertencem a famílias diversas e que é comum identificar alguns no sêmen de outros mamíferos.

“Vários outros vírus que resultam em viremia podem causar orquite [inflamação nos testículos] e foram detectados em testículos humanos, sugerindo a possibilidade de que esses vírus também possam ser detectados no sêmen”, afirmam.

CONTE ALFINETA DIEGO COSTA E SE DESPEDE DO ATACANTE...

FONTE: Do UOL, em São Paulo, (http://esporte.uol.com.br).


O técnico do Chelsea Antonio Conte se despediu de Diego Costa, que já chegou à Espanha para fechar o acordo com o Atlético de Madri. Jogador e treinador estão brigados e até na hora de dizer adeus ele mandou seu recado com uma alfinetada.

"Não se esqueça de que ganhamos algo juntos na temporada passada. Nós desejamos o melhor para o futuro dele. Mas eu estou olhando para o futuro agora e não estou interessado em continuar falando sobre esse problema. Estou trabalhando com meus jogadores e estou muito feliz com eles", falou Conte.

O jogador somente poderá estrear em partidas oficiais no próximo ano. O Atlético cumpre punição da Fifa, o que o impede de fazer registros. Além disso, a janela de transferências do meio do ano já se encerrou.

Costa já havia deixado claro que gostaria de voltar a defender as cores do Atlético de Madri. O atacante nascido no Brasil deixa o Chelsea brigado com o técnico Antonio Conte. Costa combinou com a diretoria do clube inglês que não defenderia mais o Chelsea, ficando fora até de treinamentos com o elenco.

Em sua chegada ao Atlético, Diego Costa foi indagado sobre sua saída do Chelsea. O atacante evitou críticas ao técnico do time londrino.

"Não queria que fosse dessa maneira, jamais. Mas tenho carinho especial pelas pessoas do Chelsea. Não sou uma pessoa que quer manchar a imagem de outro. Eles sabem como eu sou. Estou aqui no Atlético e isso ficou para trás", disse o atacante ao jornal "Mundo DEportivo".

SUICÍDIO É A QUARTA MAIOR CAUSA DE MORTE DE JOVENS ENTRE 15 E 29 ANOS...

FONTE: Andreia Verdélio - Repórter da Agência Brasil, (http://leiamais.ba).

Um grande fator de risco para o suicídio são as tentativas anteriores.



O suicídio é a quarta maior causa de morte de jovens entre 15 e 29 anos no Brasil. Os dados são do primeiro boletim epidemiológico sobre suicídio, divulgado ontem (21) pelo Ministério da Saúde, que mostram ainda que, em 2015, 65,6% dos óbitos nessa faixa etária foram por causas externas: violências e acidentes. A divulgação faz parte das ações do Setembro Amarelo, mês dedicado à prevenção ao suicídio.
O oficial de justiça aposentado Ivo Oliveira Farias, perdeu a filha Ariele para o suicídio em 2014, quando ela tinha 18 anos de idade. Ele superou o tabu e a vergonha e hoje fala abertamente sobre o suicídio da filha e a importância da prevenção.
“As pessoas não se matam porque querem morrer, mas para acabar com a dor, não para matar a vida. [Para eles], a única alternativa de parar de sofrer é morrendo, elas querem acabar com a dor da depressão, do significado da existência. Elas estão em uma situação da qual não encontram uma saída e aí elas saem da vida como forma de resolver o problema”, disse.
Para ele, é preciso falar cotidianamente sobre suicídio, “até na mesa do bar”.

“Aquela pessoa que está vivendo o drama, pode encontrar um caminho ali para buscar uma ajuda. A gente tem que conversar com as pessoas. Quando uma pessoa diz que quer se matar, a gente tem que acreditar. A maioria dá sinal, 9 em cada 10 dão sinal”, ressaltou.
Segundo a psicóloga e coordenadora do Instituto Vita Alere de Prevenção e Posvenção do Suicídio, Karen Scavacini Karen, os sinais de alerta muitas vezes só fazem sentido depois da morte e são muito complexos de serem observados e entendidos. Entretanto, ela mostrou preocupação com o aumento do suicídio entre jovens.
Segundo Karen, é importante lembrar que o cérebro só termina de se formar aos 21 anos e que os jovens têm mais impulsividade, menor autocontrole e menor consciência crítica.
“Temos visto jovens que não têm tolerância à frustrações, fazendo alto uso de álcool de drogas, jovens isolados”, disse ela, explicando que as redes sociais são umas das causas desse isolamento e frustração.
“Por mais que haja um contato virtual, o contato significativo tem diminuído. E tudo que ele vê no Facebook e na rede social, ele acha que é verdade e compara com a própria vida, porque nas redes sociais todas as pessoas aparentam estar feliz sempre”, disse.
A pressão com a carreira, a pressão em ser o melhor são preocupações que pesam aos jovens, segundo Karen. “E um vazio existencial. O próprio sentido da vida das pessoas”, ressaltou.
Fatores de risco.
A psicóloga Karen cita ainda a mídia e as séries de TV, como 13 Reasons Why, do canal de streaming Netflix, que, para ela, têm uma grande influência sobre os jovens.
“Quando o jovem se identifica com o personagem, aumenta o risco de contágio”, disse. Na série, a personagem principal comete suicídio e tenta explicar as suas razões.
“A série é muito boa em trazer esse assunto para a realidade das pessoas. No geral, as pessoas acham que suicídio só acontece na casa do vizinho. O problema é que a grande maioria dos jovens viu a série mas não teve como conversar porque os pais não viram. Não teve um diálogo aberto sobre tudo que aconteceu com a Hanna [personagem que cometeu suicídio]”, disse, argumentando que a própria série, que trouxe à tona a discussão, poderia mostrar as saídas, os caminhos para se receber ajuda.
Uma outra questão que também influencia os jovens é a descoberta da homossexualidade, quando eles assumem isso perante a família e a sociedade.
“Dependendo da maneira como a situação é tratada é um fator de risco para o suicídio”, disse. “A decisão recente de que homossexualidade pode ser tratada, pode aumentar esse fator de risco. É um retrocesso grande”, explicou.
Karen explicou ainda que muitos transtornos mentais iniciam na adolescência e muitas vezes é difícil para a família entender que o jovem precisa de ajuda especializada e que não são só “sintomas” de adolescência.
A demora em receber o tratamento adequado, o tabu e o preconceito das pessoas em procurar o psiquiatra e o psicólogo são problemas que precisam de atenção.
Para ela, existe uma dificuldade de acesso a serviços de saúde, tanto para tratamento de uso de substâncias, quanto para jovens com comportamentos suicidas.

Além disso, é preciso um tratamento mais humano pelos profissionais de saúde quando as pessoas conseguem acessar esses serviços. “Tenho relatos de pessoas que foram maltratadas em prontos-socorros ou pelo médico. E isso é uma coisa comum. Eles não têm a formação em prevenção”, disse. “É preciso sensibilizar os profissionais que eles estão lidando com dor, que o suicídio é a resposta a uma dor terrível que a pessoa não conseguiu outra saída”.
Tentativas repetidas.
Um grande fator de risco para o suicídio são as tentativas anteriores. Segundo Karen, os primeiros 30 dias depois da alta é o período de risco aumentado porque não há uma continuidade no cuidado com essas pessoas.
“O que levou uma pessoa a tentar suicídio foi um sofrimento intenso e isso não vai embora. É preciso continuidade em termos de tratamento psiquiátrico e psicológico para a aceitação, para que não haja novas tentativas”, explicou.
Ela ressaltou, entretanto, que quem tenta o suicídio não está fadado a repetir esse comportamento, mas precisam de tratamento adequado.
Karen contou que um estudo da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) mostrou diminuição no risco de tentativas repetitivas de suicídio com o acompanhamento telefônico das pessoas que tentaram suicídio após a alta hospitalar. “Isso poderia ser feito por qualquer pessoa treinada.
Eles apenas ligavam para saber como o outro estava”, explicou. “O retorno para casa dessas tentativas é mais difícil e precisa ser acompanhado para que a pessoa possa seguir caminhos mais saudáveis”.
Sobreviventes enlutados.
Os sobreviventes enlutados, familiares ou amigos de pessoas que cometeram suicídio também merecem atenção, segundo Karen. Ela coordena um grupo de apoio aos enlutados pelo suicídio. “Há um julgamento muito grande e um julgamento transferido, julga aquele que tenta o suicídio e, quando ele consegue, julga quem fica porque não viu os sinais. É preciso olhar para quem perdeu alguém com empatia”, disse.
O aposentado Ivo Farias frequenta o grupo coordenado por Karen, além de outros. “Você para de viver. Você luta para se manter vivo, a vida perde o significado e, no meu caso, o significado é lutar por essa causa [de prevenção ao suicídio]. A maioria fica no anonimato porque é julgado a todo instante pelas pessoas a sua volta”, disse.
Ele explicou que, mesmo que a pessoa saiba que não é culpada, ela se sente responsável pela pessoa que se foi. “Sente uma certa incompetência porque não conseguiu mantê-la vida. A grande maioria dos enlutados esconde”, explicou.
Para Ivo, quando mais se falar em suicídio menos as pessoas vão ter receio em procurar ajuda e pedir apoio. “Nós enlutados somos suicidas em potencial. No primeiro ano [após a morte da filha], eu passava em viaduto e ficava pensando em me jogar. É uma dor que não diminuiu. Ou você se fortace e busca uma alternativa ou você definha e morre. Quando se fala abertamente, se consegue falar a palavra, a gente consegue superar”, disse.
CVV.
O Centro de Valorização da Vida (CVV) realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo, 24 horas todos os dias.

Ele atende pelo número de telefone 141 ou diretamente no posto regional. Em cidades sem posto de atendimento do CVV, as pessoas podem utilizar o atendimento por chat, skype e e-mail disponíveis na página do CVV .

PIPOCA POSSUI ANTIOXIDANTES E AJUDA NA PERDA DE PESO...

FONTE:, Notícias Ao Minuto, (http://www.msn.com).



Um item indispensável no cinema, a pipoca agora pode entrar no cardápio de quem está de dieta. O alimento está repleto de benefícios e foi alçado do posto de vilão a mocinho dos adeptos da alimentação saudável. Claro que estamos falando da pipoca caseira, feita com pouquíssimo sal e sem os ingredientes adicionais, como manteiga, bacon, chocolate ou açúcar. Ah, e de preferência com milho não transgênico.

Segundo o site Cura Pela Natureza, a pipoca apresenta três excelentes benefícios.

Confira:
1. Fibras. Devido a grande quantidade de fibras do milho, a pipoca ajuda a regular o intestino.

2. Antioxidantes. A elevada quantidade de antioxidantes, que ajudam a combater os radicais livres, a pipoca ajuda a prevenir doenças degenerativas e desacelera o envelhecimento.


3. Peso. O consumo moderado de pipocas promove a saciedade, o que ajuda na perda de peso. Ainda segundo o site, uma xícara de pipoca já estourada equivale a meio pão francês ou uma fatia de pão de forma.

TRAFICANTE DE PARIPE USAVA CÂMERAS PARA VER CHEGADA DA PM...

FONTE: Da Redação redacao@correio24horas.com.br,(http://www.correio24horas.com.br).

Suspeito conhecido como Ciel conseguiu fugir.

Era através do celular que os traficantes do bairro de Paripe, em Salvador, acompanhavam a chegada da Polícia Militar. O esquema foi descoberto durante uma ação da 19ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Paripe), na tarde da quinta-feira (21), na localidade conhecida como Portelinha.
Lá os policiais constataram que o traficante obrigou moradores a instalar câmeras de vídeomonitoramento para acompanhar em tempo real de seu smartphone a chegada dos militares e o trânsito de viaturas no local. As câmeras foram retiradas e apreendidas.
A PM havia ido ao bairro em busca do traficante conhecido como Ciel, após reconhecerem a residência, através de um vídeo postado nas redes sociais, em que Ciel estava impondo castigos físicos a dois adolescentes, acusados de estupro.

Ao perceber a presença da polícia o suspeito fugiu pelos fundos da casa, já a comparsa, uma mulher de 28 anos foi presa no local. Os militares encontraram, além das câmeras, duas granadas e 20 trouxas de maconha. A acusada e o material apreendido foram apresentados no Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco).

MULHER É CONDENADA À PRISÃO APÓS ABUSAR DE GAROTO DE 12 ANOS...

FONTE: Redação/RedeTV! (http://www.redetv.uol.com.br).



A britânica Jodie Delray, de 35 anos, foi condenada a cinco anos e meio de prisão por pedofilia após fazer abusar de um garoto de 12 anos.
Jodie assediava o garoto e marcava encontros "clandestinos", de acordo com a corte britânica. O júri afirmou que um dos agravantes para o caso foi o fato de que a vida sexual do garoto começou nos abusos de Jodie. 

"Esses encontros clandestinos continuaram por um tempo", disse no julgamento, acrescentando que adolescentes não estão preparados para esse tipo de relação.

A defesa de Jodie alegou que a mulher é "vulnerável", pois tem uma série de problemas de saúde que poderiam se agravar em cárcere privado. Entre eles "fadiga crônica". 

A mulher negou todas as acusações e começou a chorar "descontroladamente" ao ser sentenciada, mas não adiantou. 
Além da pena, ela ainda teve o nome foi incluído na lista de pedófilos.

CUIDADOS NA HORA DE FAZER ATIVIDADE FÍSICA QUANDO O TEMPO ESTÁ MUITO SECO...

FONTE:,
(http://leiamais.ba).


As pessoas com histórico de doenças respiratórias estão mais vulneráveis a recaídas.


 Em caso de tempo seco as partículas atmosféricas ficam em suspensão, tornando-se ainda mais evidentes quando a baixa umidade está associada a altas temperaturas.
As pessoas com histórico de doenças respiratórias estão mais vulneráveis a recaídas, em longos períodos sem chuvas. Mas não é só quem sofre de asma e bronquite que precisa se preocupar. Ao respirar o ar seco, levamos para o pulmão mais poluição e, consequentemente, poeira e diferentes tipos de vírus. Nessas ocasiões, o melhor seria evitar exercícios físicos a céu aberto, principalmente nas cidades mais poluídas, como São Paulo. Mas quem é acostumado a malhar nem sequer pensa nessa possibilidade. Porém, precisa tomar alguns cuidados.
A doutora Karina Karina Hatano, médica do exercício e do esporte, explica o que deve ser feito para amenizar os perigos. "Treine cedo, de preferência antes das 9h da manhã ou no final da tarde, após as 16h, e em casa mantenha arejados os ambientes, umidificando-os com vaporizadores ou recipientes com água. Fundamental também caprichar na hidratação antes, durante e depois dos exercícios, além de reforçar a ingestão de líquidos ao longo do dia", explica a especialista. Seguem outros conselhos apontados por Karina quando o tempo estiver seco:?    Use roupas claras, confortáveis e ventiladas;? Reduza o ritmo.
O calor e o clima seco consomem energia e fazem o cansaço aparecer antes da hora, além de exigir mais do corpo; Preste atenção na intensidade do esforço físico e não ultrapasses seus limites. Dor de cabeça, tontura, vista turva, coração disparado e cansaço além do normal são sinais de alerte. Diante de qualquer sintoma estranho, pare imediatamente; Lave as narinas com soro fisiológico antes da atividade física Se a falta de chuva é prejudicial à qualidade do ar, o excesso também não é o ideal.
"Quando a umidade está alta, o corpo sente dificuldade na transpiração e resfriamento da temperatura", comenta a médica. Com a sensação térmica maior, a impressão é de que está mais calor e, com a perde de calor prejudicada, ocorre interferência no desempenho dos exercícios, além do comprometimento da saúde. Os ácaros e fungos também se proliferam rapidamente com a alta umidade, o que pode causar rinite alérgica e asma.
O excesso de esporte em condições como essas, podem resultar em cãibras, esgotamento e até acidente vascular cerebral. Saiba se a umidade está favorável: Ideal: entre 70% e 40%Estado de atenção: entre 30% e 21% (evite se expor ao sol das 11h às 15h) Estado de alerta: entre 20% e 13% (evite se expor ao sol das 10h às 16h) Estado de emergência: abaixo de 12% (evite a prática de exercícios)Sobre a Dra. Karina HatanoKarina Hatano é médica do exercício e do esporte, mestre em Medicina Esportiva pela Universidade Federal de São Paulo, onde também realizou a Residência Médica em Medicina do Esporte, além de acumular especialização em fisiologia do exercício e nutrologia.

Preceptora da Medicina Esportiva da Universidade Federal de São Paulo e professora da Liga de medicina esportiva da UNIFESP, também é responsável pela saúde de atletas de alta performance de diversas modalidades esportivas, como da seleção brasileira de natação e das confederações brasileiras de beisebol e softbol.

JEQUIÉ PROPÕE PARCERIA COM RUBRO-NEGRO PARA ARMAR TIMES...

FONTE: Tribuna da Bahia, Salvador,(http://www.trbn.com.br).

Flávio Tanajura que é da cidade de Jequié, auxiliar técnico do Vitória, recebeu os dirigentes do clube do interior baiano no CT da Toca do Leão.


O Presidente da Associação Desportiva Jequié (ADJ), Leur Lomanto Júnior, acompanhado do Vice-presidente, Camilo Barbosa e do Diretor de Futebol Amador, Lennon Fredson, esteve visando na manhã desta terça-feira, 19, o Esporte Clube Vitória. Na oportunidade, os dirigentes jequieenses conversaram com o Presidente do Vitória, Agenor Gordilho e também com os diretores de Futebol, Cleber Giglio e Marcos Chiarastelli sobre a possibilidade de parcerias, empréstimo de jogadores, dentre outros, entre os dois clubes, tanto para o futebol profissional como para a base da ADJ. 
“A reunião foi muito proveitosa, pois, é muito importante que Bahia e Vitória tenham olhares diferenciados para os clubes do interior, no sentido de fortalecer o futebol baiano”, ressaltou o presidente Leur Lomanto Júnior.
Conquista - A diretoria do Vitória da Conquista continua o trabalho de formação do elenco para 2018, e acertou a renovação dos contratos de Lucivaldo e Kleber e a contratação do Lateral Esquerdo Cleiton, de 25 anos, com passagens pelo Mirassol, Portuguesa de Desportos/SP e Caldense/MG. “Estamos contratando atletas, mesmo faltando muito tempo, porque vamos definir o elenco agora. Não podemos esperar a definição de alguns jogadores que estão em campeonatos, a especulação natural de mercado”, explicou o presidente Ederlane Amorim.

Bahia de Feira – A direção do Bahia de Feira fechou com o técnico Quintino Barbosa, que estava no Jacobina, a sua volta para Feira de Santana. Barbosinha, como é conhecido, vai comandar o time do interior na disputa do Campeonato Baiano, e já começou a montar o grupo.

CONFUNDIDA EM VÍDEO DE SEXO NO ENGENHÃO, TORCEDORA VIVE PERSEGUIÇÃO NA WEB...

FONTE: Bernardo Gentile, Do UOL, no Rio de Janeiro, (http://esporte.uol.com.br).


Durante a primeira partida das quartas de final da Libertadores entre Botafogo e Grêmio, no Nilton Santos (Engenhão), um casal de alvinegros foi flagrado por um grupo de torcedores fazendo sexo em uma das cabines de um banheiro do estádio. O ato viralizou nas redes sociais com vídeos e imagens dos envolvidos.

Algumas horas após o fim do jogo, a torcedora J. O., de 17 anos, estava em casa lamentando o empate sem gols do Botafogo, seu time do coração. Ela não foi ao estádio pois seu pai, Almir dos Santos Oliveira, trabalhou até mais tarde e não pode levá-la. No seu quarto, foi surpreendida nos grupos de WhatsApp com fotos do seu Instagram vinculadas ao vídeo de sexo ocorrido nos banheiros do Nilton Santos.

"Eu nem fui no jogo e estão me acusando de ter transado no estádio. Só vou nas partidas junto com meu pai, que não pôde ir dessa vez. Tudo começou após eu fazer uma brincadeira no Twitter dizendo que chamaria alguém para fazer igual. Aí pegaram minhas fotos no Instagram e passaram a divulgar junto com o vídeo como se fosse a mesma pessoa. Não era eu que estava naquele banheiro. Ela tem uma mancha que eu não tenho, é outra pessoa", disse J.O..

"Mesmo assim, acho uma sacanagem tudo isso. E se fosse eu? Ninguém tem nada a ver com a minha vida ou com a do casal. Assim que começaram a divulgar minhas fotos, chamei meu pai e minha mãe e avisei eles. Eles confiam em mim e óbvio que sabem que não sou eu no vídeo. Não penso em denunciar porque não se sabe quem começou e quem repassa hoje não tem noção do que está fazendo", completou a torcedora do Botafogo.

A imprudência dos internautas, com uma grande dose de machismo, tem causado transtornos no dia a dia de J. O.. Ela trava uma batalha nas redes sociais para se desvincular à situação. Enquanto isso, nenhum homem foi confundido ou teve imagens suas divulgadas nas redes sociais por ter feito sexo no banheiro do Nilton Santos.

"Na escola minha vida não mudou, acho que ninguém ficou sabendo disso, mas na internet está muito complicado. Recebi muitas mensagens de meninos me chamando para sair e outras coisas. Situação ridícula que estou passando. Estou revoltada com tudo isso", afirmou J.O..

"Ao mesmo tempo que estou chateada, fico feliz com a repercussão que está ganhando porque isso mostra que estamos evoluindo. Há alguns anos, ninguém daria a mínima para esse caso, mas hoje isso está sendo alertado. As pessoas estão se preocupando mais com as outras e acho isso muito legal", concluiu a botafoguense.


J.O. conversou com os pais e decidiu não denunciar o caso à polícia, o que seria um direito dela. Divulgar fotos e vídeos de pessoas em situações íntimas sem a autorização configura crime. A Lei Carolina Dieckmann, que caracteriza o ato, foi criada após a atriz global ter sido vítima de uma invasão de privacidade do tipo. Na ocasião, 36 imagens íntimas dela foram vazadas na internet.

IDOSO VAI PARAR EM TRIBUNAL APÓS COLOCAR PALITOS DE DENTE EM ASSENTOS DE ÔNIBUS...

FONTE: Redação/RedeTV! (http://www.redetv.uol.com.br).



O idoso Lim Lye Seng, de 60 anos, virou réu e compareceu a um tribunal na terça-feira (19) para responder a uma acusação inusitada: ele estava colocando palitos de dente nos assentos de ônibus, em Cingapura, para perturbar outros passageiros.

Segundo informações do Metro.uk, Seng colocou exatamente três palitos em cada assento do coletivo em pelo menos quatro ocasiões, entre julho e agosto deste ano.
Embora não haja relatos de passageiros feridos por conta da intervenção do idoso, a empresa de ônibus teve prejuízo de aproximadamente 3 mil reais com os bancos.
Como estava sem representante legal, Seng voltará a se apresentar ao tribunal - agora com um advogado - na próxima quarta-feira (27). Ele pode ser condenado a até dois anos de prisão.

A travessura só veio à tona após um passageiro fotografar um banco espetado e avisar nas redes sociais: "Lembrem-se de checar seus bancos antes de sentar, galera".