terça-feira, 25 de julho de 2017

ESTUDO MOSTRA POR QUE ANTIBIÓTICOS FALHAM...

FONTE: Redação, (http://www.msn.com).


Escolher o antibiótico correto, especialmente para um paciente com uma doença grave, é algo cada vez mais difícil graças ao crescente problema da resistência criada pelos seres humanos contra estes medicamentos.

Médicos prescrevem antibióticos com base em suas experiências, no conhecimento de padrões de sensibilidade em suas comunidades e nos testes de susceptibilidade de um paciente isolado da bactéria. Judy Stone, especialista em doenças infecciosas, conheceu um paciente que ficou paralisado pelo resto da vida depois que um cirurgião tratou sua infecção por Estafilococos na corrente sanguínea com Eritromicina. O médico baseou-se em um estudo que dizia “S” (suscetível), ou seja, a substância tinha funcionado com a bactéria em uma placa de Petri. Ele, como a maioria de seus colegas, não sabia que o que funcionava em tubos de testes (in vitro) talvez não funcionasse com as pessoas (in vivo). O laboratório insistiu, como alguns ainda fazem, em descarregar todas as informações de seus testes, apesar das potenciais consequências.

Existe um grande esforço por parte dos hospitais para dispensar pacientes mais rapidamente e, assim, reduzir custos com enfermagem e administração de remédios.

Judy acredita que esse tipo de problema está aumentando à medida que os médicos estão escolhendo antibióticos de acordo com a sua conveniência e com a liberação mais rápida dos pacientes do hospital – eles usam medicamentos de uma dose diária como Levaquin ou Ceftriaxona (Rocephin) para infecções mais graves de estafilococos, por exemplo. Eles não sabem que essas drogas não são tão eficazes para essa bactéria como algumas mais antigas, ministradas com uma frequência maior. Também existe um grande esforço por parte dos hospitais para dispensar pacientes mais rapidamente e, assim, reduzir custos com a enfermagem e a administração de remédios – esforço que pode ser ajudado pelo uso de antibióticos de ação prolongada.

Por outro lado, se os médicos continuarem a usar um determinado antibiótico – mesmo que o laboratório tenha alertado para o fato de a bactéria ser resistente a ele – porque o paciente está demonstrando melhoras com a escolha empírica do medicamento, eles provavelmente estarão propensos a serem criticados por especialistas em gestão antimicrobiana ou, no mínimo, terão de gastar seu tempo justificando a decisão.

Judy escreveu sobre a discrepância entre os resultados laboratoriais e clínicos no ano passado, quando o Dr. Michael Mahan, especialista na área, e seus colegas da Universidade da Califórnia, em Santa Bárbara, encontraram um novo mecanismo dependente de um hospedeiro em um teste de susceptibilidade que explicaria os resultados divergente.

Agora, Mahan, Selvi C. Ersoy, outro estudioso da área, e suas equipes expandiram o estudo e mostraram que os testes de susceptibilidade precisam simular melhor as condições do corpo, sob pena de os resultados mostrarem-se imprecisos. Estes testes são feitos no Mueller-Hinton Broth (MHB), um laboratório padrão, mas que falha ao tentar refletir ambientes hospedeiros. A equipe de pesquisadores da Universidade desenvolveu um novo “host-mimicking media”, que comparam ao laboratório, assim como comparam os resultados do tratamento de ratos com antibióticos classificados como suscetíveis ou resistentes pelos dois ensaios.

Eles descobriram que os testes em meios que reflitam o estilo de vida intracelular de alguma bactéria, como a Klebsiella, por exemplo, foram mais precisos em prever o resultado do tratamento do que o tradicional teste de laboratório. Além disso, adicionar bicarbonato de sódio no meio pareceu ser crucial para aumentar a precisão do teste.

Então, é provável que o teste do laboratório esteja erroneamente impedindo antibióticos eficazes de serem utilizados. Os autores também notaram que a resistência dos medicamentos talvez seja movida por antibióticos ineficazes que estão sendo prescritos como resultado destes testes errôneos. Além disso, os pesquisadores descobriram que drogas comumente disponíveis eram, às vezes, pouco eficazes quando testadas pela nova técnica em pessoas.

Como Victor Nizet, pesquisador da Universidade da Califórnia em San Diego não envolvido no estudo, notou, não existe mais tempo para complacência ou para se apoiar, sem questionamentos, em um teste feito há 60 anos. Ele também sugeriu que o desenvolvimento de drogas busque novos agentes que trabalhem na interface do hospedeiro patogênico. Mahan adiciona que empresas farmacêuticas deveriam reexaminar seus acervos. “Pode existir, como um tesouro guardado, uma coleção de componentes que foram arquivados, mas que poderiam, na verdade, ser muito eficazes contra as variedades de resistência de antibióticos”, ele afirma.


Judy já havia mencionado, anteriormente, que acreditava que essa mudança de paradigma – levar em consideração as condições intracelulares e os microambientes dentro do corpo – poderia efetivamente significar uma reviravolta ao permitir que as pessoas cuidassem melhor de seus pacientes e preservassem a eficácia de antibióticos que ainda existem. Apesar de isso representar um progresso lento e doloroso, ela está confiante que esta nova abordagem tem um grande potencial de melhorar a habilidade de um uso mais eficaz dos medicamentos disponíveis.

CASAL MORRE EM ACIDENTE DE CARRO APÓS SAIR DE FESTA DE CASAMENTO...

FONTE: Redação/RedeTV! (http://www.redetv.uol.com.br).


O casal Stuart Moorat, de 27 anos, e Georgina Le Prevost, de 25 anos, morreu ao sofrer um acidente após deixar uma festa de casamento na ilha de Guernsey, que fica entre a Inglaterra e a França, na noite última sexta-feira (21).
Segundo a imprensa local, policiais informaram que o carro saiu da estrada e caiu nas rochas perto da costa, matando o casal com o impacto. Nenhum outro veículo se envolveu no acidente.

As mortes causaram muita comoção, principalmente devido à idade dos dois. Familiares e amigos deixaram flores no local do acidente e prestaram homenagens nas redes sociais. "Mais duas estrelas especiais no céu. Levados tão cedo. Meus pensamentos estão com suas famílias", escreveu uma pessoa no Facebook.

As autoridades agora investigam o que pode ter feito o motorista perder o controle do veículo.

MEIA EDERSON, DO FLAMENGO, REVELA QUE ESTÁ COM TUMOR NO TESTÍCULO...

FONTE:, CORREIO DA BAHIA.
Jogador de 31 anos descobriu o problema após ser reprovado em exames antidoping; ele será operado e revela otimismo.
O Flamengo convocou uma entrevista coletiva às pressas nesta terça-feira pela manhã, no Rio, onde o meia Ederson confirmou que foi diagnosticado com um tumor no testículo. O sério problema de saúde foi descoberto após o jogador ser reprovado em um exame antidoping, que detectou índices maiores do que os normais da substância HCG, hormônio que em altas quantidades em homens podem indicar câncer de testículo.
O médico do Flamengo, Márcio Tannure, também esteve presente à entrevista coletiva ao lado de Ederson, além do presidente rubro-negro Eduardo Bandeira de Mello e do diretor de futebol do clube, Rodrigo Caetano. Tannure confirmou que o jogador precisará ser submetido a uma cirurgia para remoção do tumor.

"O atleta teve resultado analítico adverso positivo para doping. A gente suspeitou que pudesse, por todo o histórico do atleta, com toda a confiança que a gente tem nele, que isso pudesse ser patologia do atleta. Desse resultado analítico adverso, descobrimos que o atleta tem tumor no testículo", afirmou o médico, esclarecendo que neste momento não é possível estimar o tempo de tratamento.
"Não gostaria de dar nenhuma previsão. Tratamento é cirúrgico, para retirada dessa lesão. Vai acontecer até o fim da semana, terminando os exames. Após a cirurgia, vai ser detectado a gravidade e vamos poder dar parecer", explicou, para depois reforçar que existe a possibilidade de o atleta ser submetido a uma quimioterapia contra o câncer. "Vai depender da biópsia para ver se existe a possibilidade de quimioterapia. Independentemente disso, prognóstico final é bom de recuperação", completou.
Pouco antes de Tannure confirmar que o tratamento será cirúrgico, Ederson, emocionado, não escondeu o abatimento com o problema de saúde, mas exibiu otimismo ao projetar o tratamento e a cura do câncer. "Nesse momento é até difícil de ter palavras, me impactou muito. Mas agora sabendo de tudo, como o doutor explicou, estou triste por essa notícia. Porém, estou muito tranquilo, ciente dos dias que virão pela frente. Sei que vai ser só mais uma batalha na minha vida. Pensamento positivo, quero agradecer a todos, da comissão, do clube. Fiz questão de reunir e explicar para eles", afirmou o meia, que aposta que retornará aos gramados em um futuro próximo: "Vou vencer mais essa batalha e continuar fazendo o que mais gosto, que é jogar futebol".
Ederson ainda ressaltou que ficou feliz por ter descoberto a doença por meio dos exames antidoping e revelou que foi reprovado em mais de um teste por causa do problema que apenas agora pôde ser revelado.
"Obrigado a todos pela solidariedade. É muito difícil receber essa notícia porque ninguém espera isso. Deus não dá passo maior do que você pode suportar. Sou até grato por aquilo que aconteceu porque já tenho 16 anos de carreira profissional. Nunca tinha acontecido de cair no doping três vezes seguidas. Isso quer dizer que Deus é bom e deu tempo de resolver esse problema de melhor maneira", ressaltou.
Ederson testou positivo para doping nos exames que fez após os jogos contra Atlético-MG e Atlético-GO, respectivamente nos dias 13 e 20 de maio, pelo Brasileirão, e também foi submetido a um exame após a partida contra o San Lorenzo, pela Copa Libertadores, que ainda não teve resultado divulgado, mas que o próprio atleta adiantou que apontou resultado analítico, provocado pelo seu problema de saúde.
O presidente Bandeira de Mello, por sua vez, exibiu otimismo de que o tratamento será um sucesso. "Tenho certeza absoluta de que o resultado final vai ser positivo, que tudo vai dar certo. Que o Ederson muito em breve vai estar voltando a vestir a camisa do Flamengo. Queria deixar claro que o Flamengo vai dar apoio total a ele", ressaltou o dirigente.
Clubes manifestam apoio.
Rival do Flamengo quarta-feira (26), na Vila Belmiro, no duelo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, o Santos se manifestou para expressar apoio a Ederson. "A nação santista também está com vocês, @Flamengo! Você vai vencer essa luta, @ederson! #ForçaEderson", escreveu o clube em sua página na rede social Twitter. 

Fluminense, Botafogo, Grêmio, Palmeiras, Cruzeiro, Sport, Ponte Preta, Paysandu, Wolfsburg e Lazio, entre outros, fizeram o mesmo, utilizando o Twitter para mandar uma mensagem de força ao jogador.

JOVEM QUE FUGIU PARA SE JUNTAR AO ESTADO ISLÂMICO QUER VOLTAR PARA CASA...

FONTE: Redação/RedeTV! (http://www.redetv.uol.com.br).

Uma jovem que fugiu de casa na Alemanha para se juntar as forças do Estado Islâmico foi encontrada em Mossul, no Iraque, após as forças curdas libertarem o município do domínio do grupo extremista. As informações são do site Metro.uk. 
Acredita-se que Linda Wenzel, de 16 anos, casou-se com terrorista checheno e fugiu para se juntar ao EI. Ela foi encontrada na semana passada em uma casa em ruínas em Mossul. Linda foi levada para uma prisão em Bagdá, onde foi contatada por um oficial do consulado alemão e disse que só queria ir embora. 
"Eu só quero ir embora. Quero ir embora da guerra, das armas, do barulho. Só quero ver minha família", ela teria tido ao oficial. A família também pediu pelo retorno da filha, e seu pai, Reiner, contou ao site do jornal alemão BILD sobre o momento em que recebeu a notícia de que a filha ainda estava viva: "Eu quase caí quando descobri que a Linda está viva. Eu ouvi no rádio que eles a encontraram viva em Mossul. Meus colegas vieram falar comigo. Eu tive que deixar a sala e me sentei em um posto e comecei a chorar. Eu a reconheci por causa de uma cicatriz em dos seus olhos, que ela ganhou quando se machucou com um balanço no jardim. Eu nunca vi minha criança tão séria e triste". 

Linda fugiu do país após roubar o passaporte da mãe e encontrar um noivo na internet. Ela foi para a Turquia, e depois 'contrabandeada' para uma célula do EI. Reiner disse que a filha planejava voltar para a Alemanha, mas o grupo terrorista não permitiu. Diplomatas alemães agora trabalham na sua libertação, uma vez que, se for julgada de acordo com as leis do Iraque, pode ser sentenciada a pena de morte. Promotores de seu país natal afirmam que ela deve enfrentar um processo que pode lhe colocar atrás das grades por até 10 anos.

DOENÇA INFECCIOSA SE ESPALHA PELA PAPUDA...

FONTE: *** Tribuna da Bahia, Salvador.

A contaminação, que estava restrita a dois dos seis prédios do complexo, agora atinge cinco deles.

O número de detentos contaminados por doenças infecciosas no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, passou de 692 para 2.095 em uma semana. Um aumento de 202,7%, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública. A contaminação, que estava restrita a dois dos seis prédios do complexo, agora atinge cinco deles. No dia 14 de julho, a secretaria informou ao G1 que havia 172 infectados no Centro de Detenção Provisória e 520 na Penitenciária I. Ontem, a pasta informou que os números subiram para 493 e 950, respectivamente. Além disso, outros três prédios registraram novos casos.
Na Penitenciária II há 480 contaminados. O Centro de Internamento e Reeducação tem 168 e o Centro de Progressão Penitenciária, 4. Segundo a secretaria, todos os detentos – doentes e saudáveis – passaram por triagem médica e todos os infectados estão sendo tratados. Os números foram registrados na última sexta (21). O complexo da Papuda tem capacidade para abrigar 7.496 presos, mas hospeda, em média, 15 mil detentos. A Secretaria de Segurança Pública informou ao G1 no dia 14 que as doenças tinham sido "controladas por meio de medicação assim que foram identificadas, por volta do dia 20 de junho". Na ocasião, a pasta também disse que médicos e enfermeiros estavam fazendo mutirões de triagem dos internos para verificar se havia novos casos de contaminação. Fonte: G1.

*** Leia mais na edição impressa do jornal ou no Tribuna Virtual.

BRASIL CONDECORA MEDICINA LEGAL DA COLÔMBIA POR TRABALHO EM ACIDENTE DA CHAPE...

FONTE: Agência Brasil, TRIBUNA DA BAHIA.

"Com pouco mais de três dias, 70 vítimas estavam identificadas e liberadas para serem levadas ao Brasil. Isso com uma qualidade de serviço que não tem precedentes", afirmou.

O governo do Brasil entregou nesta segunda-feira ao Instituto de Medicina Legal da Colômbia a Ordem de Rio Branco, a mais alta condecoração da diplomacia do país, pelo trabalho realizado pelo órgão após o acidente com o avião que levava a delegação da Chapecoense para a disputa da decisão da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional, em Medellín. 
"De alguma maneira, após o acidente, houve uma série de milagres, e o trabalho do Instituto de Medicina Legal foi um desse", disse no ato solene de entrega da condecoração o embaixador do Brasil em Bogotá, Julio Glinternick Bitelli.
O diplomata explicou que, após o acidente, conversou com especialistas do Brasil. Eles disseram que seria impossível identificar as 71 pessoas que morreram na tragédia, entre jogadores, técnicos, dirigentes, jornalistas e a tripulação, de forma tão rápida como foi feito pelo órgão colombiano.
"Com pouco mais de três dias, 70 vítimas estavam identificadas e liberadas para serem levadas ao Brasil. Isso com uma qualidade de serviço que não tem precedentes", afirmou.
"O ato de hoje é um reconhecimento por esse trabalho, um agradecimento pelo que foi feito naqueles dias em Medellín e é um símbolo da aproximação entre as duas nações, e do que poderemos fazer no futuro juntos", completou Bitelli.
Por sua vez, o diretor do Instituto de Medicina Legal, Carlos Eduardo Valdés, disse que a homenagem é um dos momentos mais emocionantes vividos pela instituição, que tem 103 anos.
"O instituto não está acostumado que lhe agradeçam por tudo o que faz no dia dia, todos os esforços de funcionários e funcionárias. A generosidade do povo do Brasil não tem limites", disse Valdés.
No discurso, Valdés agradeceu pelo trabalho da Polícia, da Aeronáutica Civil (Aerocivil), Promotoria, Prefeitura de Medellín e do governo de Antioquia, entre outros órgãos, que colaboraram nas horas depois do acidente de novembro do ano passado.
A Ordem de Rio Branco também foi concedida ao prefeito de Medellín, Federico Gutiérrez Zuluaga, e a outros quatro funcionários da cidade em uma homenagem à Colômbia que ocorreu em dezembro do ano passado, em Brasília.

Também receberam a condecoração a apresentadora da Caracol TV, Mónica Jaramilo, e Johan Alexis Ramírez Castro, de 15 anos, que ajudou a guiar os socorristas ao local do acidente.

POLÍCIA ACREDITA QUE FALSA MÉDICA DO 'GOLPE DO BUMBUM' FOI MORTA POR VINGANÇA...

FONTE: CORREIO DA BAHIA (redacao@correio24horas.com.br).
Foto do suspeito foi divulgada pela polícia do Rio de Janeiro.
A falsa médica Marcilene Soares Gama, 49 anos, foi achada morta na manhã de sábado perto de casa, no Rio de Janeiro. A polícia acredita que Marcilene, conhecida por aplicar o "golpe do bumbum" - aplicando silicone industrial em pacientes - tenha sido morta por vingança. A foto de um suspeito foi divulgado pela Divisão de Homicídios do Rio na segunda-feira (24).

"Peritos verificaram, pelo cenário do crime, com tiro no rosto, à queima roupa, que é normalmente o tipo de disparo praticado por pessoa que está querendo vingar, com raiva da vítima. É um indicativo. Obviamente não é definitivo", disse ao Extra o delegado Fábio Cardoso, que está à frente do caso. 
A investigação mostra que o suspeito entrou no apartamento de Marcilene na manhã de sábado através de um terreno abandonado vizinho. Ela foi então imobilizada, amarrada e colocada no seu próprio carro até o local onde foi abandonada morta, com um tiro no rosto. O veículo também foi deixado na rua, que não é distante da casa da vítima.
Daniel Mofacto, cunhado de Marcilene, afirmou que ela era esteticista e não se apresentava como médica nas suas cirurgias. "Mas as pessoas que a procuravam sabiam do risco que estavam correndo. Ela nunca disse que era cirurgiã". Ele disse ainda que ela ajudava a família e deixa dois filhos e um neto. "A mãe dela tem 67 anos e sofre de problemas cardíacos. Ela sabe da morte, mas acha que foi um acidente. Ainda estamos vendo como lidar com isso", acrescenta.
Marcilene era investigada desde 2013, acusada de destruir o bumbum de pelo menos duas mulheres. Elas chegou a ser presa duas vezes no Rio de Janeiro, mas desde 2015 respondia aos processos em liberdade.

COMER CHOCOLATE PODE FAVORECER O APARECIMENTO DE ESPINHAS?...

FONTE:, Sara Ferrari, (http://www.msn.com).

Vários fatores podem favorecer o surgimento de espinhas, como predisposição genética, falta de limpeza adequada da pele e alimentação desregrada. Isso inclui a ingestão de chocolates.

O que causa espinhas é a gordura e o açúcar. Como esse tipo de alimento é rico nesses ingredientes, consumi-lo em excesso pode desencadear, sim, o problema. “O tipo de chocolate consumido também influencia nesse processo”, explica Brunna Borges, dermatologista da Clínica MedPrimus São Paulo.

“Os brancos têm maior teor de gordura e açúcar. Por isso, tendem a agravar o quadro. O tipo meio amargo, por sua vez, possui menos açúcar e manteiga de cacau. Portanto, são menos prejudiciais”, complementa ela.


Segundo Brunna, tudo depende da quantidade ingerida. Comer chocolate sem exageros, independentemente do tipo, pode até trazer benefícios à saúde. “Esse item promove a sensação de bem-estar, pois libera um hormônio chamado serotonina, que está diretamente relacionado ao prazer e bom humor”, conclui.

CASAL DIZ QUE CONSEGUE TER ORGASMO COM APENAS UM ABRAÇO...

FONTE: Redação/RedeTV! (http://www.redetv.uol.com.br).


Casados há oito anos, Melanie e Scott McClure garantem que conseguem atingir o orgasmo com um simples abraço. Especialistas em yoga tântrico, os moradores de Austin, no Texas (EUA), dizem que qualquer um pode chegar ao êxtase desde que consiga integrar o corpo, a mente e a alma.

Segundo o casal, alguns "orgasmos de corpo inteiro", que vão além das zonas erógenas, podem durar até 18 horas, mas a média é mais baixa. "Desde que Scott e eu estejamos de coração aberto, eu tenho oito ou nove horas de orgasmos regularmente todos os meses", contabiliza Melanie, de 33 anos, em entrevista ao Daily Mail, acrescentando que também fica em estado de êxtase graças às energias da terra, das plantas e da água.

Scott conta que os dois são tão conectados que se estiverem em salas diferentes e um deles, por acaso, tiver um orgasmo, o outro também terá. E isso não fica restrito ao dois, já que, segundo ele,  a sensação pode ser compartilhado com pessoas próximas. "Melanie e eu podemos ter orgasmos com amigos com que nunca fizemos sexo. Meses atrás nós acampamos com dois amigos e todos nós tivemos orgasmos", explica Scott, que tem 47 anos. "É tão alegre e incrível quando você começa a viver no estado orgásmico que vivemos como casal", acrescenta ele.
Além dos orgasmos a partir de abraços ou mesmo "a distância", os dois ainda afirmam que chegam ao ápice fazendo outras atividades que não tem relação alguma com sexo: cantando, dançando e simplesmente respirando. E passam esse conhecimento adiante com cursos on-line e workshops pelo mundo. "Nós testemunhamos nossos alunos entrarem um estado orgásmico juntos, na mesma sala, somente a partir de sons", conta Melanie. 
De acordo com o casal, há três passos para ter um orgasmo mais intenso: fazer barulhos, respirar profundamente e visualizar sua energia. E ela finaliza: "Há tantas formas de ter um orgasmo se você realmente despertar seus sentidos".

10 SORTEIOS SEM VENCEDOR: O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM A MEGA-SENA?...

FONTE: Do UOL, em São Paulo (http://noticias.uol.com.br).

Sem apostas ganhadoras há dez rodadas, será que o sorteio da Mega-Sena está normal? O próximo concurso, nesta quarta-feira (26), poderá pagar até R$ 90 milhões para quem acertar as seis dezenas. O último sorteio com vencedor deste ano ocorreu em 21 de junho, com o prêmio de R$ 3 milhões.

Acumular tantas vezes consecutivas "não tem nada de anormal ou extraordinário", afirma Gilcione Nonato, professor de Matemática da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). "As chances de acertar a Mega-Sena são muito pequenas. O universo das possibilidades é muito grande." Com uma aposta simples de R$ 3,50, a chance de acertar as seis dezenas é de uma a cada 50.063.860.

Contra a desconfiança dos apostadores, o matemático afirma que o sorteio acumula de maneira aleatória. Segundo ele, se houvesse uma regularidade de prêmios acumulados, daí sobrariam motivos para contestar o concurso.

Histórico da Mega.

Dados da Caixa Econômica Federal mostram que não é a primeira vez que o prêmio acumulou por dez ou mais vezes consecutivas. Desde 1996, quando a modalidade lotérica foi criada, foram oito concursos que demoraram entre 10 e 12 rodadas para ter um ganhador.

O primeiro concurso em que se esperou tantas semanas para que alguém acertasse os seis números foi em 1998, segundo a Caixa. Naquele ano, foram 11 sorteios até que uma única aposta levasse o prêmio de R$ 24.536.288,72, no dia 18 de julho daquele ano. Corrigido pelo IPCA (índice de inflação do IBGE), o prêmio equivaleria hoje a R$ 107 milhões.

A última vez que o prêmio acumulou por dez rodadas foi em novembro de 2015, de acordo com dados da Caixa. Naquela ocasião, uma aposta acertou sozinha os seis números e garantiu R$ 200 milhões, a maior premiação registrada na Mega nos concursos regulares. O valor atualizado é igual a R$ 214 milhões.

Recorde de acúmulo é de 12 sorteios.

Na história da Mega-Sena, no máximo 12 concursos foram feitos até que uma aposta tivesse os seis números sorteados. Isso aconteceu por três vezes.

Em 2002, o concurso 385 teve dois ganhadores para o prêmio de R$ 25.904.385,78, valor atualizado igual a R$ 64 milhões. Em 2004, também foram dois os ganhadores do prêmio de R$ 23.179.951,19 (R$ 45,7 milhões, no valor atualizado pela inflação).


Dois anos mais tarde, uma única aposta levou em outubro R$ 34.172.202,25 no concurso 804. Hoje, o prêmio seria de R$ 68,2 milhões.

PAI FAZ ALERTA APÓS CHORO DA FILHA AJUDAR A DETECTAR DOENÇA GRAVE...

FONTE: Redação/RedeTV! (http://www.redetv.uol.com.br).


O pai Stu Bonsall, de 45 anos, está fazendo um alerta para outros pais após uma ida ao médico motivada por um "choro estranho" da filha caçula ajudar a salvar a vida dela. 
Pai de duas crianças, o inglês ficou preocupado após perceber Megan, à época com quatro semanas de vida, estava "chorando de um jeito diferente" naquela noite de junho de 2016. Ele questionou a esposa, Tracy, que contou que a pequena já estava agindo daquele jeito havia algumas horas.

Sentindo que, de alguma forma, aquilo não era normal, Stu decidiu levar a menina a um hospital em Burnley, na Inglaterra. Lá, os médicos disseram ao casal que Megan estava com sepse - uma infecção geral grave que poderia matar a menina - e que ela precisaria ficar em coma induzido.
"Foi assustador", relembra Stu em entrevista publicada na segunda-feira (24) pelo Daily Mail. "Então, os médicos avisaram que ela seria transferida e nós seguimos de carro atrás da ambulância. Achei que ela morreria no caminho".
Em coma por três dias, a menina respondeu bem ao tratamento e foi liberada após ficar internada por uma semana. Agora, mais de um ano depois, está feliz e saudável, embora os médicos não tenham descoberto o que causou a doença.
Alertando outros pais, Stu aconselha que vale a pena levar os filhos no médico nem que seja para ouvir que está sendo exagerado. "Claro que eu sei que bebês choram, mas eu senti algo diferente. Queria que um médico examinasse ela. Preferia parecer um idiota, mas saber que minha filha estava bem", afirma. 
E para ele, foi isso o que salvou Megan. "Eu poderia facilmente não ter feito nada, com medo de ouvir que eu estava exagerando, mas as minhas atitudes salvaram a vida de Megan", diz Stu. "Nunca vou me arrepender disso e aconselho todos os pais preocupados a levarem seus filhos ao hospital. Isso pode salvar a vida dos seus bebês".

NEGÓCIOS: TAMPINHA PREMIADA...

FONTE: Flávio Oliveira (flavio.oliveira@redebahia.com.br), CORREIO DA BAHIA.

Campanha da cervejaria Heineken promete ativar as vendas das marcas Schin, Glacial, Devassa, No Grau.
A Bahia, com seus 55 mil pontos de venda da marca, é considerada a praça mais importante para a campanha Abriu, Achou, Ganhou, ação da cervejaria Heineken para ativar as vendas das marcas Schin, Glacial, Devassa, No Grau. A empresa não apresenta valores, mas garante que a campanha representa algo em torno de 25% de todo o orçamento para investimento do ano. A meta é ambiciosa: aumentar participação de mercado (market share) em 20% para as quatro marcas.
A campanha, como o nome indica, funcionará no esquema achou, ganhou. O consumidor que encontrar uma tampinha premiada receberá, na hora e de graça, uma nova garrafa da cerveja que pediu no bar. Em todo o Brasil, segundo a cervejaria, são 3 milhões de garrafas premiadas, metade dos 6 milhões de produtos que serão distribuídos até 22 de setembro, período em que vai durar a campanha.
Foram mapeados 300 mil pontos de vendas em todo o território brasileiro aptos a participar da promoção. Os produtos incluídos na campanha são as garrafas retornáveis de 600 ml e 1 litro, que têm uma tampa com cor diferente da versão padrão.
Bares.
Um dos diferenciais da iniciativa é o trabalho da companhia para incentivar a participação de bares e restaurantes na campanha. Entre as ações pensadas para esses parceiros está a ambientação das lojas e a bonificação de produtos no período da promoção. A Femsa comprou a Schin em fevereiro deste ano e se tornou o segundo maior grupo do segmento no Brasil. Em todo o país, a empresa gera mais de 10 mil empregos em 16 fábricas, uma delas na Bahia, no município de Alagoinhas.
Perfil dos devedores.

A mais recente pesquisa Perfil do Inadimplente – Consumidores com Restrição, realizada pelo Boa Vista SCPC,  indica que 40% dos baianos negativados declararam estar muito endividados. Outro dado importante para entender o comportamento do consumidor nesse período de crise é que em 70% dos casos de consumidores negativados, ao menos 50% da renda é comprometida com o pagamento de contas e dívidas.
Ainda segundo a sondagem, o desemprego é o principal motivo para a inadimplência, com 40% das menções. O segundo mais citado é a diminuição da renda e o terceiro o fato de ter emprestado o nome a terceiros. Outro ponto trazido pelo estudo é  em relação ao tipo de contas que ficaram em atraso e por isso causaram a negativação do nome (restrição ao crédito). Na Bahia, a liderança – com 21% das menções - coube tanto a contas cobradas em boleto (que inclui contas de água, luz, gás, telefone e TV a Cabo, por exemplo), quanto a compras no cartão de crédito.
Fique por dentro.
Plástico verde  A Braskem vai fornecer o plástico verde - polietileno que utiliza a cana-de-açúcar e não o petróleo - para a produção de embalagens de cafés orgânicos da região de Poço Fundo, em Minas Gerais.

SINAIS DE QUE VOCÊ ESTÁ TRAINDO SEU PARCEIRO EMOCIONALMENTE: SIGNIFICA FALTA DE AMOR?...

FONTE: , Paulo Nobuo, (http://www.msn.com).



A maioria dos casais encaram infidelidade como sexo fora do casamento, mas a verdade é que o conceito de traição pode ir muito mais além e envolver sentimentos que nem sempre são fáceis de ser categorizados como uma “pulada de cerca”.

Assim como ter encontros extraconjugais físicos, a traição emocional nem sempre significa falta de amor no relacionamento. Muitas vezes, um certo descompasso e desencontro entre os parceiros pode gerar a necessidade de viver uma experiência fora da relação. É por isso, também, que o ato de perdoar ou não uma infidelidade é uma decisão bastante pessoal.

Sinais de traição emocional no relacionamento.


Se você constantemente sente a necessidade de esconder do parceiro certos detalhes de suas amizades com pessoas do sexo oposto, reflita se o desconforto está ligado a uma dificuldade em manter o diálogo aberto sobre uma aproximação que talvez não seja tão inocente quanto se imagina.

Quando você omite fatos ou mesmo mente sobre suas saídas com um colega de trabalho, por exemplo, pode estar vivendo com ele uma aproximação que poderia ser definida como uma espécie de “amizade colorida”. Pense: se nada está acontecendo de fato, você não sentirá a necessidade de ocultar coisas.


É saudável manter uma comunicação aberta com outras pessoas além do seu parceiro ou parceira, mas existem alguns limites que devem ser respeitados. A menos que haja algo de urgente acontecendo, você não deveria receber ligações aleatórias ou mensagens descontraídas de “amigos” no meio da noite.

E se, ao perceber o toque do celular, você ainda ficar tenso ou sentir a necessidade de se esconder para visualizar e responder, sinal claro de que uma infidelidade emocional pode estar acontecendo.
Muitas pessoas sentem que flertar com estranhos ou colegas de trabalho ou academia, sem direcionar a paquera para algo físico e real, faz bem para a autoestima, mas se o hábito é constantemente buscado em todos os lugares que frequenta, talvez seja bom refletir sobre o costume “inocente”.


Coloque-se no lugar do parceiro ou da parceira e pense sobre como se sentiria em relação ao fato se ele ou ela adotasse o comportamento.

Outro tipo de infidelidade emocional que pode ser bastante nocivo é quando um dos parceiros revela detalhes íntimos sobre sua relação para estranhos. O que acontece entre você e seu companheiro deve ficar em casa.


Compartilhar hábitos e fatos da relação a dois ou da pessoa amada sinaliza não somente uma possível traição como também certa falta de respeito pela privacidade do seu companheiro e do que construíram juntos.

VOLUNTÁRIAS SOCIAIS ENTREGAM R$ 764 MIL AO HOSPITAL ARISTIDES MALTEZ...

FONTE: Da Redação TRIBUNA DA BAHIA.

A doação de R$ 764,2 mil será utilizada na construção de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com dez leitos, e na ampliação do Centro Cirúrgico do HAM.



A primeira-dama do Estado e presidente das Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), Aline Peixoto, realizou a entrega do valor arrecadado no Forró Solidário ao Hospital Aristides Maltez (HAM), durante uma coletiva de imprensa, que aconteceu na manhã desta terça-feira (25), no auditório da do hospital, no bairro de Brotas, em Salvador.
A doação de R$ 764,2 mil será utilizada na construção de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com dez leitos, e na ampliação do Centro Cirúrgico do HAM.

“O que eu queria deixar no marco da gestão das Voluntárias era mobilizar as pessoas a ajudar o próximo e, graças a Deus, eu estou deixando este legado. A gente fez isso no show de Ivete (Sangalo) com o Martagão (Gesteira) que deu super certo, estamos fazendo agora com Bell. E nada melhor do que trazer gente que forma opinião, como os artistas. Todos os dois eventos que a gente fez foram bons e agora a gente vai fazer o terceiro”, contou a primeira-dama, adiantando que ainda está em fase de fechamento com o artista. “É um artista baiano, bem famoso e é um projeto bem legal”, finalizou.
As melhorias no Aristides Maltez têm o objetivo de aumentar a qualidade do atendimento aos pacientes com câncer de todo o estado.
“Esta torre vai permitir uma UTI com dez leitos, uma sala de cirurgia com perspectiva de modernidade, porque estamos preparando ela para receber cirurgia robótica, que na Bahia não tem, isso é acontecimento do sul e sudeste, além de nos permitir mais 16 leitos que serão destinados para pacientes em cuidados paliativos, com a doença muito avançada e que hoje ocupam leitos de pessoas que podem se tratar, se curar porque o câncer está numa fase inicial”, afirmou o presidente da Liga Baiana Contra o Câncer, Aristides Maltez Filho.

As obras já têm previsão de início e entrega. O lançamento da pedra fundamental será no mês de novembro deste ano e a conclusão está programada para agosto ou setembro de 2018.
A meta é atingir 250 leitos. Atualmente, o HAM possui 232. “O câncer é a doença da atualidade ou, pelo menos, ela se manifestou com mais ênfase na atualidade porque o brasileiro, o homem de um modo geral está vivendo mais. A média de vida hoje do brasileiro é 73, 75 anos. Até bem pouco tempo, seis, sete décadas atrás, era de 40, 45 anos.
Há uma tendência de que incidam mais casos nas pessoas e, como consequência, há que se aumentar a capacidade para abrigar a clientela. Nós pretendemos crescer, mas antes de tudo preferimos aumentar a qualidade da assistência que prestamos”, completou Aristides Filho.

Forró Solidário.

A parceria com o cantor Bell Marques continua. O artista agora é o padrinho do Forró Solidário e participará de novos projetos das VSBA.
“Eu acho que o artista tem uma missão na vida e a minha também é de contribuir, ajudar, de levar alegria às pessoas. Quando você pode ser um porta-bandeira e atrair as pessoas para isso é muito bacana”, disse Bell sobre a oportunidade de participar do Forró Solidário. “É um evento muito leve que acabou conseguindo uma verba substancialmente boa e tomara que contribua bastante. Vamos fazer outros eventos para que isso possa ajudar mais ainda.”, acrescentou o artista. A edição deste ano foi realizada no mês de maio, em Salvador, e contou ainda com a participação do forrozeiro Flávio José. 

segunda-feira, 24 de julho de 2017

ANSIEDADE E TRAUMAS PSICOLÓGICOS AUMENTAM CASOS DE LABIRINTITE...

FONTE: João Abel-, TRIBUNA DA BAHIA.

Doença que afeta o equilíbrio do corpo já atinge 3 em cada 10 brasileiros, segundo estudos.


A ansiedade é um sintoma cada vez mais presente na vida moderna e que agrava os sintomas de uma doença também popular: a labirintite.
Segundo estudos da Sociedade Brasileira de Otologia (SBO), três em cada dez pessoas têm distúrbios relacionados ao equilíbrio do corpo, conhecidas como labirintopatias. E este número tem crescido nos últimos anos.
“A labirintite já é considerada um mal deste século. Os casos vêm aumentando a cada ano. Estima-se que pelo menos 42% da população adulta ainda sofrerá com a labirintite em algum momento da vida”, avisa a fonoaudióloga Priscila Santovito (CRFA 2-10208), da rede de clínicas Direito de Ouvir.
Ainda de acordo com pesquisas da Sociedade Brasileira de Medicina, a labirintite é o segundo sintoma mais frequente na população idosa, sendo superado apenas pela dor de cabeça.
Apesar da maior incidência na terceira idade, os transtornos psicológicos têm ampliado a doença em pessoas mais jovens, como é o caso da operadora de caixa Eliana dos Santos, de 29 anos.
“Tive minha primeira crise já aos 19 anos e os médicos diagnosticaram como ‘labirintite emocional’. Se eu passo muito nervoso, se eu guardo muita coisa comigo, eu desenvolvo as crises esporádicas”, relata.
Os principais sintomas da doença são tontura, vertigem e, em casos mais graves, náuseas, vômitos, desmaios e taquicardias. A labirintite ocorre quando é uma inflamação ou irritação do labirinto, que é uma estrutura interna da orelha responsável pela audição equilíbrio corporal.
Quando isso acontece, o cérebro recebe mensagens 'incorretas' da orelha, fazendo com que haja uma perda da sensibilidade de espaço e uma consequente sensação de tontura.
A área também coordena a audição, fazendo com que a noção sonora também seja afetada em quadros de labirintite. “É possível apresentar surdez ou zumbidos no ouvido. Algumas pessoas escutam um som chiado, como uma cachoeira ou uma panela de pressão”, explica Santovito.
A corretora de imóveis Daniele Marques, de 41 anos, passou a sofrer com o problema após um trauma na família. Nos últimos meses, ela desenvolveu ansiedade, teve fortes crises de tontura e chegou a ficar internada em novembro do ano passado. De lá para cá, ela só consegue se manter à base de remédios. “A minha é vertigem, acontece somente quando estou deitada. Eu não consigo levantar da cama pela manhã sem tomar as medicações”, conta. 
Diagnóstico complicado.
A labirintite ainda é um distúrbio de difícil identificação, segundo o otorrinolaringologista Henrique Gobbo (CRM 117688), do Hospital Vera Cruz, de Campinas (SP).
“Diferente de outras doenças, as labirintopatias não têm sua causa diretamente escritas no exame. Então, é preciso de uma avaliação clínica ampla, histórico, exames laboratoriais e avaliações de alguns movimentos para ter uma conclusão mais precisa e atacar o problema certo”, analisa o especialista.
Por terem inúmeros tipos de causas e tratamentos, o médico aconselha que se procure o máximo possível de espacialidades. Entre as mais comuns, estão a otorrinolaringologia, a otologia e a fonoaudiologia.
Muitas vezes, a psicologia e a psiquiatria também auxiliam no tratamento com sessões de terapia.
“É importante saber também que a labirintite pode ser o sinal de alguma doença mais grave no organismo, por isso é fundamental não ignorar os sintomas e nem se automedicar”, diz Santovito.
Alimentação e hábitos saudáveis como prevenção.
 Além de questões emocionais, a labirintite também pode se agravar de acordo com a dieta e a rotina de cada paciente. “Todo tipo de estimulante pode agravar a tontura.
Café, chocolates, chás escuros e refrigerantes não são interessantes nestes casos”, afirma Gobbo. “Dietas baseadas em carboidratos simples (como batata e arroz branco) também podem influenciar nos sintomas. O ideal é uma dieta mais fracionada, com índice glicêmico mais baixo”, ele emenda.
“As células do labirinto consomem muito oxigênio e nutrientes e a falta dessa suplementação adequada vai fazer com que o cérebro tenha dificuldade em processar as informações recebidas”, acrescenta Santovito.

Para amenizar as fortes crises, Eliana afirma que precisou mudar completamente seus hábitos. “Cortei os alimentos que faziam mal, procurei uma academia e parei de fumar”, ressalta. “É uma doença insuportável, porque, mesmo com remédios, as crises ainda voltam. É como se o corpo estivesse ‘100%’ para uma maratona, enquanto a cabeça está imprestável”, conclui.

ESTUDO APONTA QUE SUBSTÂNCIA DO VINHO AJUDA NA QUEIMA DE GORDURA...

FONTE:, Gislene Pereira, (http://www.msn.com).


Se você pudesse escolher entre ir à academia na sexta-feira à noite ou encontrar os amigos em casa para apreciar um vinho, o que faria? Pois saiba que um estudo da Washington State University, nos Estados Unidos, veio para aliviar (em parte) sua consciência se você é do time que prefere acabar a semana com uma taça na mão. É que o vinho, assim como a academia, é capaz de ajudá-la a queimar gordura em algum nível.

 “Os pesquisadores americanos descobriram que o resveratrol, substância encontrada na casca e na semente de uvas pretas e vermelhas, é capaz de converter o excesso de gordura branca em gordura marrom, um tipo de gordura que é mais fácil de ser eliminada”, explica Renato Zilli, endocrinologista do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

Se isso já não bastasse, uma pesquisa da Harvard Medical School, também nos Estados Unidos, depois acompanhar 20 mil mulheres por 13 anos, chegou à conclusão de que quem bebe 2 taças de vinho por dia tem uma chance 70% menor de estar acima do peso. Isso provavelmente acontece porque essa mesma substância conversora de gordura que citamos, o resveratrol, também controla o apetite, reduzindo os ataques à geladeira, em especial à noite.


 “Apesar disso, vale lembrar que o vinho é calórico”, diz Renato. “Um estudo publicado na revista científica British Medical Journal estimou que meia taça por dia é a quantidade ideal para proteger a saúde”, complementa o especialista. De qualquer forma, o vinho tem sinal verde: basta apreciá-lo com moderação. E se você quer aproveitar todos esses benefícios, mas não é muito fã da bebida, aposte em mirtilos, morangos e uvas, ricos em resveratrol.